Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




De coração no crochet e paixão nas mãos

por Dora Sofia, em 23.04.16

O meu crochet tem sido sempre a propósito das pessoas. São sempre as pessoas que me inspiram: um amigo, um amor, uma celebração especial de alguém...

Mas o outro lado do crochet está a conquistar espaços, a conquistar lugares e, hoje, dou por mim a pensar que, se calhar, muito se calhar, as minhas pequenas inspirações podem ser grandes projetos. Agora, é esta ideia que não me deixa. As palavras dos livros. O Prinicipezinho é um dos livos mais deliciosos que já, quase!, todos lemos. E, depois, pensei "E se as personagens ganhassem vida?".

E foi assim: crochet com amor! 

"Tive, pois, de escolher uma outra profissão e aprendi a pilotar aviões. Voei, por assim dizer, por todo o mundo."

 

13020574_1213859448634623_1780165813_n.jpg13023463_1213856278634940_1447892997_n.jpg

"Vivi, portanto só, sem nenhum amigo com quem pudesse realmente conversar, até ao dia, cerca de seis anos atrás, em que tive uma pane no deserto do Saara."

3.jpg2.jpg4.jpg

 

Quanto a mim, que lido muito mal com estas coisas das pessoas sós e com falta de amor, vou ali fazer umas coisinhas em crochet para o nosso aviador, e já volto...13014807_1213862285301006_46598277_n.jpg

...aqui, deste lado do crochet!

Autoria e outros dados (tags, etc)


New toy in town

por Dora Sofia, em 29.02.16

Apesar do fim-de-semana prometer chuva, vento e neve, saímos para visitar os avós, e sobreviver ao frio que a casa da aldeia nos reserva! Os miúdos adoram ir lá acima! Ele corre pelos quintais como se não houvesse amanhã e trepa às árvores (parece que tem uma de estimação, à qual sobe sempre, mesmo que chova ou que o sol escalde); ela aproveita as roupas usadas e velhas, atiradas para um dos cantos da casa e veste-se de mil gentes (agora sou médica, agora sou esteticista e maquilho as bonecas, agora sou palhaço...).

Eu também gosto daquela casa. É uma casa  cheia de histórias do tempo.

Depois, veio o vento.

Não há internet, felizmente!, e o telefone só funciona se viermos para o meio da estrada... Sobra um jogo de dominó para os homens, um chá de um limão que o garoto me atirou pela janela, conversa jogada fora com a minha mãe... e o crochet.

IMG_20160229_145643.jpg

IMG_20160229_150036.jpg

IMG_20160229_150119.jpg

 

Quando me pediram o Sackboy (é assim que o bichinho se chama) tive algum receio. Não conhecia o boneco, não conhecia o futuro dono, faltava-me o outro lado do meu crochet. Então fui ver um filme (a sack musician) e percebi que afinal talvez conseguisse dar um bocadinho de alma ao boneco. Vejam como ele se diverte entre as minhas coisas:

 

IMG_20160229_145821.jpg

IMG_20160229_150218.jpg

IMG_20160229_150425.jpg

 Não sei se ele é assim, se está bem, se está mal, mas acho-lhe piada. O que acham?

IMG_20160229_150309.jpg

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Entre paixões

por Dora Sofia, em 20.02.16

Perguntam-me muitas vezes como levo a vida entre as motas e o crochet, como concilio estes dois mundos. E eu rio-me. E rio-me ainda mais por dentro, porque as pessoas vivem presas aos clichês: que o crochê é para avozinhas e as motas são para doidivanas.

Em comum, na verdade, está a paixão.

Esta gola-colete nasceu das paixões: uma aluna com uma paixão especial pela guerreira-personagem Katniss Everdeen dos Jogos da Fome, eu com uma paixão especial pela minha guerreira-aluna Catarina D. dos Jogos da Vida Real. Uma aluna a fazer-me ver o filme, eu a ver-me fazer o colete da personagem. Depois, acrescenta-se uma ou outra ideia e um frenesim criativo. Por fim, uma pitada de outra paixão, as motas!, e o colete não é já para guardar flechas, é, afinal, para me guardar do vento...

 

IMG_20160219_173558.jpg

 

 

IMG_20160219_180253.jpg

IMG_20160219_180343.jpg

IMG_20160219_174038.jpg

 

 

 

IMG_20160219_173910.jpg

 

Deixo-vos o passo-a-passo:

  Não ficou lindo?

 

...aqui, deste lado do crochet.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Um mundo cor-de-rosa

por Dora Sofia, em 04.02.16

Lembram-se que me propus a terminar todos os meus projetos meio-feitos-meio-por-fazer?

Pois bem, juntei todos os squares que tinha por cá em tons de cor-de-rosa e decidi fazer uma echarpe e, embora, por aqui, o rosa não seja a cor preferida, confesso que enquanto ia fazendo esta "sessão fotográfica" me fui apaixonando por esta coisa quentinha, tão atrevida.

Na verdade,  à primeira vista ,é apenas uma tirinha de squares que pode até servir como decoração ou, quem sabe?, como mini mantinha para os pés (uma fofura!). 

1.jpg

2.jpg

3.jpg

 Mas um simples pormenor serve para uma transformação gigante. Acrescentei uma missanga e uma flor que serve de fecho

4.jpg

5.jpg

  E como posso colocá-la onde mais gostar, posso fazer a echarpe que quiser, mais ou menos direita, mais ou menos justa ao pescoço, mais ou menos comprida. 

6.jpg

7.jpg

8.jpg

E, afinal, o rosa até me fica bem...

14.jpg10.jpg

11.jpg

 

Gostaram?

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Adoro golas!

por Dora Sofia, em 03.12.15

Finalmente, um tempo para escrever sobre as linhas com que vou criando a renda dos dias.

Assim, de regresso às horas intermináveis de tempos de espera entre o futebol, a natação, o ballet, a ginástica e os jogos, e os espetáculos, e a catequese... é bom ter uma agulha e um novelo sempre por perto. Com uma linha e uma agulha faz-se uma gola entre as braçadas da miúda na piscina. 

Confesso que este amarelo já me tinha feito o convite há algum tempo, mas com a "promessa" de acabar os 1001 trabalhos que aguardam um final feliz, fomo-nos adiando. No entanto, ontem a sedução bateu mais forte e nasceu esta golinha (agora também à espera de ser terminada, uma vez que a quero com o dobro do tamanho e cá por casa só havia mesmo um novelo).

 

Gosto de golas. E gosto muito deste ponto. Fiz um esquema bem simples para que possam entender como se faz:

o número de correntinhas que desejarem em múltiplos de 5 (eu fiz 80), de seguida 4 correntinhas e dois pontos altos na terceira a contar da agulha, saltam-se três correntes e faz-se um ponto baixíssimo na quarta corrente, mais 4 correntes, 2 pontos altos na 3ª a contar da agulha, saltam-se três correntes e um baixíssimo na 4ª, e é sempre assim... Trabalha-se em círculo, portanto, ao fim da 1ª fila, faz-se o baixíssimo entre as correntes e o 1º ponto alto do grupo de 2, como na imagem (completamente rudimentar, eu sei, seu sei )

IMG_5414 (2).JPG

 

 

Qualquer dúvida, perguntem!!

 

...aqui, deste lado do crochet!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Écharpe "criatividade"

por Dora Sofia, em 23.10.15

Os dias de outono trouxeram os projetos inacabados. Com o recomeço prometi-me o retomar das meus (muitos!) Work In Progress, perdidos nas malas, caixas e sacos que abundam cá por casa. Com o recomeço quebrei a promessa, porque as ideias me desassossegam, porque a vontade é maior do que as promessas, porque sim...

Prometo-me, enfim, este jogo de conciliação entre a vontade e as promessas e o resultado, como sempre, agrada-me.

 

IMG_4881.JPGIMG_4887 - Cópia.JPG

 

 

IMG_4884.JPG

Gosto das cores. Gosto das expeiências. Gosto das linhas que se deixaram guiar pela imaginação.

IMG_4872.JPG

IMG_4876.JPG

 

Vejam alguns pormenores, a provar que como este trabalho é tão pessoano, tão "diverso, móbil e só" ...

IMG_20151009_080353.jpgIMG_20151018_174842.jpg

IMG_20151018_152857.jpg

 Hum... gosto, gosto, gosto!

 

...aqui, deste lado do crochet!

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


É TÃO bom estar de volta!!

por Dora Sofia, em 18.09.15

Sabem aquele momento em que reencontram um amigo por quem esperavam há tanto tempo? Aquele momento em que a saudade nos sufoca e há qualquer coisa estranha que parece tomar conta do teu peito? Aquele momento em que não sabes se choras ou ris e, então, hesitas entre o abraço ou a palavra e optas sempre, sempre, pelo abraço porque as palavras te fogem e são insuficientes? Sabem esse momento?

Esse momento é agora. As histórias por contar. As histórias para contar. E as linhas. E os pontos. E as palavras no outro lado do crochet...

IMG_3708.JPG

 

Entre linhas, nas entrelinhas do regresso, fica o meu projeto de investigação, uma promessa quebrada, porque a uma noiva e a um plano de felicidade não se pode negar nada, e os amores e amigos do costume. E, ontem, a surpresa: uma flor que desabrocha naquele que era antes um dos meus catos bebés.

IMG_3693.JPG


IMG_3679.JPG

 

Estou feliz por voltar. E tenho ideias, mil ideias a dançar dentro de mim. Para já, uma surpresa... 

 

IMG_3698.JPGIMG_3710.JPG

... e, nas mãos, a vontade de criar emoções, e na ponta dos dedos, a vontade de vos contar como foi!!

 

E as palavras, ainda as palavras, que se atropelam e valsam entre Miguel Torga e Ricardo Reis

"Recomeça..../ Se puderes/ (...) Enquanto não alcances/ Não descanses. /De nenhum fruto queiras só metade." (Diário XIII)

"Sê todo em cada coisa. Põe quanto és/ No mínimo que fazes." (Para ser grande, sê inteiro)

 

... aqui, deste lado do crochet!
.

 

 

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Até já!

por Dora Sofia, em 05.01.15

Estou triste, sim, a partida dói um bocadinho, mas todo o fim é sempre um recomeço, e ausento-me por um bom motivo. Estarei a fazer outras coisas que adoro, que me fazem bem, que me fazem feliz. Vou estudar. Vou ler. Vou escrever.

Deixo as linhas para me perder noutras linhas.

Deixo o outro lado com um sorriso, e um poncho para princesas.

IMG_8678.jpg

IMG_8677.jpg

 

Para combinar com o gorrucho de mocho, está um mimo!

IMG_8669.jpg

IMG_8673.jpg

 

E entre as linhas, nas entrelinhas, conseguem ver a promessa de um volto já??

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


25 dias, 25 prendas

por Dora Sofia, em 22.12.14

Prendas para muitos dias, prendas para muitos amores!

Chegou o inverno. Eu não gosto do inverno, mas os miúdos teimam em dizer-me que sim, que gostam, que o frio lhes dá vontade de correr, que gostam de ir ver a neve e de ficar à espera da chuvar. E eu, eu vou atrás, desconsolada, e à espera que os dias passem bem depressa para ser verão outra vez.

Enquanto espero, é Natal. Vejam bem, a única coisa boa do inverno... É Natal! Gosto do Natal, porque sim. Não quero saber de prendas, mas o espírito do Natal ,a música, as luzes, a família junta, o barulho da minha mãe a gritar que as filhós se estão a queimar e o silêncio-surpresa-susto dos pequenos quando ouvem os passos do Pai Natal e o vêem chegar (tem vindo sempre diferente de um ano para o outro... não sei o que será! não sei o que será!) enchem-me de uma alegria tonta.

Não quero saber de prendas, mas perco-me a mimar aqueles que amo. Este ano perdi-me nos gorros, que invadiram os embrulhos.

 

IMG_8404.jpg

 

 

As corujinhas foram feitas a partir deste esquema do Repeat Crafter Me:

IMG_8361.jpg

Os cachorrinhos seguiram este esquema do mesmo blog:

IMG_8377.jpg

 E, claro!, até o Pai Natal vai ter direito a um gorro quentinho. Esse é inspirado numa imagem... Copiado a olho... !!!

IMG_8378.jpg

 

Parecem mesmo uns monstrinhos adoráveis os meus bichagorros!!

 

 

IMG_8389.jpg

IMG_8371.jpg

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


E tu, onde é que fazes o teu croché? (8)

por Dora Sofia, em 15.12.14

 

 

 

Há quem goste de ficar em casa, sentado no seu sofá, no conforto do seu quarto (sem barulhos, nem casas de banho estranhas, nem paredes de papelão ), também há quem vá sempre à mesma praia, porque aquele é o seu mar.

Eu, bem, eu gosto de andar pelo mundo a beber esta gente tão diferente, tão igual. Quero ver tudo, conhecer toda a gente, dançar em todas as cidades. Eu tenho borboletas na barriga o tempo todo em que antecipo uma viagem. As malas, a partida, o aeroporto, a chegada... ai! a chegada! o viver aquele sítio, estar ali, planear ali mesmo a próxima viagem e, depois, o regresso. Tão bom! A bagagem cheia de momentos... 

Adoro viajar!

E quando é preciso esperar, porque a grandiosidade das coisas te assalta, e te obrigas a uma pausa, tens duas hipóteses: aprecias uma cerveja ou um vinho local... ou fazes croché... 

IMG_7367.JPG

IMG_7368.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Amores. Manhãs de sol, tardes de sol, noites de luar. Cheiro da chuva na terra. Cheiro do vento no mar. Livros. Praia. A vista da minha janela. Lareiras. Conversas.

foto do autor



Instagram

Instagram


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D