Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





A inspiração das horas que passam

por Dora Sofia, em 20.05.13

Antes de mais, desculpas... mil desculpas aos criativos em quem me inspiro. Nada é fruto do zero. Tudo é uma inspiração, tudo serve de inspiração e, por vezes, é difícil decifrar o que serviu de inspiração a quê: uma imagem, um vídeo, uma flor, uma conversa...

 

Tento sempre, sempre, colocar aqui e na nossa página do facebook os links ou a origem dos meus trabalhos, o que os inspira, as histórias que contam. Aliás, quem me conhece sabe que o outro lado do crochet é as histórias do outro lado do crochet. Palavras, palavras, sempre as palavras nas linhas, para ler nas entrelinhas.

 

É verdade que há dois ou três blogs a que recorro com frequência para aprender pontos novos, ou para tentar materializar esboços que idealizo na cabeça a propósito de tudo e a propósito de nada. Depois, não sei o que pode ser cópia, ou originalidade. Os pontos, as técnicas são imitações, às vezes, muitas vezes, péssimas imitações, mas a inspiração é minha, toda minha, os meus demónios, os meus anjos, os meus pontos... de vista...

 

Assim sendo, passemos ao crochet: 

apaixonei-me de coração aqui; mas a inspiração demorava. Tenho muitos gráficos guardados à espera da conversa, do momento, da cor certa. Até que, a deitar conversa (e eu amo deitar conversa fora!), me apercebi que sou apaixonada pelo que é Portugal. Adoro o galo de Barcelos, os lenços dos namorados, os tapetes de Arraiolos, filigrana, fado, loiças das Caldas... pastéis de Belém... Até que, a deitar conversa fora, surge-me uma ideia de corações e galos de Barcelos e, depois, bolsas e galos de Barcelos, e colares e galos de Barcelos...

 

     

 

Até que, um dia, recebo uma mensagem no facebook a anunciar um novo bebé a caminho. E um bebé é tanta, imensa!, inspiração para um coração...

 

 

Assim se fazem as minhas histórias de crochet. Podem ver mais imagens na página do facebook :)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Amores. Manhãs de sol, tardes de sol, noites de luar. Cheiro da chuva na terra. Cheiro do vento no mar. Livros. Praia. A vista da minha janela. Lareiras. Conversas.

foto do autor



Instagram

Instagram


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D