Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As linhas de Alice

por Dora Sofia, em 01.02.21

A camisola que vos desafiei a fazer comigo por estes dias de recolhimento domiciliário começa, enfim, a tomar forma.

Não começo pelo princípio, mas antes pelo fim. Desenho os punhos. Faço um. Fica longo demais. Desajeitado. Rejeito-o e recomeço. O trabalho de croché é este fazer, desfazer e refazer. Como os nossos dias.

O resultado agrada-me, finalmente. Gosto dos punhos mesmo sem a camisola.

Tiro umas fotos, e a miúda lembra-me: "mãe, tens noção de que estás de calças de fato de treino". Hesito. Não estamos todos? 

Este é o outfit do meu confinamento. O teletrabalho assim o impõe: blusa de seda para as videoconferências, calças de fato de treino para as imensas horas sentada ao computador. É por aí, como é convosco? 

Mas os punhos são quentes e flexíveis, ótimos para que as mãos continuem ágeis sobre as teclas.

Adoro. 

IMG_20210131_124905.jpg

Querem fazer uns? Eu explico como já a seguir, mas também podem ver no vídeo que fiz para o canal do YouTube. Vão espreitar e aproveitem e subscrevam o canal 😊. 

Esquema :

Início: 30 correntes mais uma para subir, virar o trabalho;

Carreira 1: 30 pontos baixos, virar o trabalho ;

Carreira 2 e seguintes até alcançar o tamanho desejado: 29 pontos baixos apanhados por trás, 1 ponto baixo, virar o trabalho;

Unir as laterais : ponto baixíssimo. 

E... tcharã... 

IMG_20210131_185624.jpg

Qualquer dúvida, perguntem. 

Então, e as linhas de Alice, devem estar a perguntar-se. As linhas de Alice são estas. Uma camisola com o nome da minha mãe. Sinto a falta dela, do seu colo, dos seus abraços, da sua força de guerreira. Também sinto a falta do meu pai, dos seus risos, de teimar com ele qualquer coisa sem importância, das suas ideias fixas, dos seus cautelosos conselhos. E no meio desta separação que se impõe, serve-me de alento saber que estão bem... E dar os seus nomes às coisas que partilham os dias comigo. É esta é a história da camisola Alice...

Bons pontos!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Entre linhas

por Dora Sofia, em 30.01.21

As linhas chegaram e fizeram-me deixar para trás as outras linhas, as dos documentos que tenho de ler, as dos textos que tenho de escrever. As ideias a ganhar às palavras.

Vou experimentando pontos até chegar ao que quero. 

Esboço uns rabiscos, na tentativa de representar a imaginação, mas volto as palavras pelo fracasso da experiência : punhos grandes, mangas em balão, num ponto bem apelativo, e top simples e curto.

De seguida, horas de fazer e desfazer até encontrar o tamanho certo, a espessura desejada, os pontos que imaginei. Faço ainda umas experiências com a câmara.

Amanhã haverá vídeo no canal 😊 

Estão por aí? Querem fazer esta camisola de confinamento comigo? Já prepararam as linhas?

Por aqui, a cãopanheira garante a segurança das linhas e do caderninho e rabiscos. 

 

IMG_20210128_125244.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Fugir ao recolhimento domiciliário

por Dora Sofia, em 26.01.21

Não, não vou infringir as regras, não vou quebrar o recolhimento domiciliário, mas as ideias não as posso prender. Estão em fuga. 

Começo, enfim, a lutar contra a espécie de torpor que caiu sobre mim. E é o trabalho, a atividade, a criatividade que me dão alento para reagir. Passo os dias entre as linhas e as teclas e as noites entre as linhas e as agulhas. 

O que me deixa verdadeiramente feliz são estes trabalhos que vou terminando. Este colete era para ser um casaco, mas perdi a referência da linha, um terrível erro de principiante que não sei como cometi... Mas o resultado é brutal.

IMG_20210126_121438.jpg

 

Não acham? Eu gosto mesmo de roupa em croché. Há nas peças feitas à mão requinte com um toque de magia. A magia das linhas. A metamorfose das linhas. 

Então, lembrei - me e que tal se eu partilhasse um momento de criatividade com o mundo cibernáutico? E se eu mostrasse como acontece? Aqui está uma excelente ideia para fugir ao recolhimento domiciliário. Fazer uma camisola em crochet. Pensem nas linhas. Eu já encomendei as minhas. Amanhã faço um esboço. Tem de ser algo muito simples, com mangas bem largas, talvez em balão - estou tão apaixonada por mangas em balão - e justa no corpo. Os pontos serão básicos para que muitos me possam acompanhar. Vou escrevendo no blog. E vou fazendo vídeos para deixar no YouTube.  

Primeiro passo: escolher as linhas. 

 

Faltam 10 dias. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Saudades

por Dora Sofia, em 21.01.21

Percebemos que mudámos. Não somos já os mesmos. Tentamos ainda, num último esforço, parecer os mesmos, retomar as mesmas atividades, mas com cautelas redobradas, as máscaras já a partilhar o toucador com a base, o rímel, o blush... a esconder os batons que foram perdendo a validade.

E havia sol a brilhar em janeiro e acreditámos, mesmo, mesmo, que os números no ecrã da televisão eram apenas números. Até havia sol a brilhar...

Mas veio a chuva e, com a chuva, percebemos que somos prisioneiros nas nossas casas, prisioneiros de um vírus que mata e é cruel porque nos muda.

E eu, que não sou, nem nunca fui de saudades, defino de saudades das minhas pessoas e dos meus momentos com elas.

Embrulho-me no xaile da minha mãe. Sinto o aconchego. Imagino-me  perto dela, e ouço claramente a sua voz e o riso a querer esconder-se do meu pai, que um pai não ri assim descaradamente, só o avô, o avô, sim, pode rir. E, por instantes, sinto as mãos grossas da minha mãe a tecer as linhas dos meus dias. 

IMG_20210120_182744.jpg

Decido, assim, embrulhada pelas saudades que farei também eu um xaile para a minha mãe. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Amores. Manhãs de sol, tardes de sol, noites de luar. Cheiro da chuva na terra. Cheiro do vento no mar. Livros. Praia. A vista da minha janela. Lareiras. Conversas.

foto do autor



Instagram

Instagram


Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D